‘Silêncio da Chuva’, de Daniel Filho, é escolhido para encerrar o 30º Cine Ceará

O filme será exibido dia 11 de dezembro no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, respeitando os Protocolos de Reabertura para Cinemas do Governo do Ceará

Lázaro Ramos é o detetive Espinosa em “Silêncio da Chuva”


"Silêncio da Chuva", longa de Daniel Filho inspirado no romance policial de Luiz Alfredo Garcia-Roza, será o filme de encerramento do 30º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, exibido em sessão hors-concours no dia 11 de dezembro, no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, respeitando os Protocolos de Reabertura para Cinemas do Governo do Ceará. O roteiro é assinado por Lusa Silvestre (“Estômago”, “O Roubo da Taça” e “A Glória e a Graça”), a produção é da Lereby, em coprodução com Globo Filmes e distribuição da Elo Company.

O longa narra a saga do detetive Espinosa (Lázaro Ramos) e da policial Daia (Thalita Carauta) em solucionar o mistério que envolve a morte do executivo Ricardo (Guilherme Fontes), encontrado baleado sentado ao volante de seu carro, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. A primeira atitude da dupla é procurar pela viúva, Bia (Cláudia Abreu). Tudo se complica quando ocorre outro assassinato e pessoas envolvidas no caso começam a desaparecer. O longa-metragem conta ainda com Mayana Neiva, Otávio Muller, Bruno Gissoni, Anselmo Vasconcelos, entre outros.

Thalita Carauta recebeu o prêmio de melhor atriz no BRICS Film Festival, realizado na Rússia. Publicado em 1996, “O Silêncio da Chuva”, que abre a série de livros do emblemático detetive Espinosa, recebeu os prêmios Nestlé e Jabuti e foi publicado em nove países. Para fazer a transcrição do livro para as telas, Daniel Filho trouxe a história do romântico Bairro Peixoto da década de 90 para o Rio de Janeiro hostil e chuvoso de 2018.

ELENCO:

Lázaro Ramos, Cláudia Abreu, Mayana Neiva, Thalita Carauta, Otavio Muller, Pedro Nercessian, Bruno Gissoni, Peter Brandão, Raquel Fabbri, Theresa Amayo, Késia Estácio. Participação especial: Guilherme Fontes e Anselmo Vasconcellos.

FICHA TÉCNICA

Produção: Daniel Filho / Lereby

Coprodução: Globo Filmes

Distribuição: Elo Company

Direção: Daniel Filho

Roteiro: Lusa Silvestre

Colaboração de roteiro: Renata Correa, Ana Maria Moretzsohn e Pedro Barbalho

Diretor de fotografia: Felipe Reinhemmer

Diretor da segunda unidade de ação: Bruno Garotti

Diretor de fotografia da unidade de ação: Alê Ramos

Diretor de Arte: Mario Monteiro

Som direto: Marcel Costa

Figurino: Kika Lopes

Daniel Filho - Diretor

Carioca nascido em 1937, é um dos nomes imprescindíveis do audiovisual brasileiro. Participou como ator, produtor e diretor em mais de 80 novelas, séries e minisséries, como A Grande Família, Shazam & Xerife, Malu Mulher, Confissões de Adolescente e A Vida como Ela é, e de mais de 90 sucessos para o cinema, como Boca de Ouro e Os Cafajestes. Daniel Filho veio do circo, acompanhou as mudanças do rádio, do teatro de variedades, da televisão, do cinema e agora, continua em movimento produzindo para o streaming. Recentemente dirigiu e produziu Boca de Ouro (2018), uma consagrada história de Nelson Rodrigues, e O Silêncio da Chuva (2019), adaptação do livro de Luiz Alfredo Garcia-Roza. Produziu também o longa-metragem Medida Provisória, estreia na direção do ator Lázaro Ramos