Festival teve lançamento de livro sobre o cinema contemporâneo brasileiro

O livro “Fissuras e Fronteiras - O coletivo Alumbramento e o cinema contemporâneo brasileiro” (Editora Sulina. 2019) do crítico e professor Marcelo Ikeda foi lançado nesta sexta-feira, dia 06, no Hotel Oásis Atlântico. O momento contou com a presença de jornalistas locais e nacionais.


Na obra, Ikeda registrou um momento de muita efervescência na produção audiovisual brasileira. O livro analisa a experiência de um dos mais exitosos coletivos que renovaram o cinema brasileiro a partir deste século, o Alumbramento. Formado em 2006, inicialmente por dez membros em Fortaleza (CE) o coletivo imprimiu uma marca distintiva no contexto do cinema brasileiro contemporâneo, com um expressivo conjunto de obras realizadas de forma colaborativa.

Foto: Rogerio Resende