30° Cine Ceará divulga a lista de longas e curtas selecionados para a Mostra Olhar do Ceará

Atualizado: Nov 9


Edmilson Filho é roteirista, diretor e ator do curta-metragem “Scelus”

Os longas da mostra serão exibidos presencialmente e os curtas pela TVC e pelo canal do festival no Youtube


Quatro longas-metragens e 22 curtas foram selecionados para a Mostra Olhar do Ceará, do 30º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, que acontece de 5 a 11 de dezembro deste ano. Os longas da mostra serão exibidos presencialmente em Fortaleza, em local a ser confirmado, e os curtas poderão ser conferidos pela TVC e pelo canal do festival no Youtube.

Entre longas e curtas foram 121 inscritos. Dentre os 26 selecionados, 30% têm direção de mulheres. Foram selecionados os longas Cabeça de Nêgo, drama de Déo Cardoso, Pajeú, ficção de Pedro Diógenes, e os documentários Swingueira, coprodução Ceará-Bahia de Bruno Xavier, Roger Pires, Yargo Gurjão e Felipe de Paula, e Rio de Vozes, coprodução Bahia-Pernambuco com direção da cearense Andrea Santana e de Jean-Pierre Duret.

A seleção de curtas-metragens é, em sua maioria, composta por documentários e ficções, com dez produções de cada gênero, e a lista se completa com um trabalho experimental e um drama-suspense. Entre os curtas selecionados estão Scelus, ficção sobre rivalidade entre facções, drogas, intrigas e mortes, com roteiro, direção e atuação de Edmilson Filho (Cine Holliúdy); Pequenas Considerações sobre o Espaço-Tempo, feito durante a pandemia, numa reflexão da própria vida da diretora Michelline Helena; e A Gaiola, de Jaildo Oliveira, que se inspirou também nos tempos de pandemia neste documentário sobre uma senhora viúva que vive isolada com seu pássaro engaiolado. O melhor longa-metragem e o melhor curta-metragem da Mostra Olhar do Ceará, eleitos pelo júri oficial, recebem o troféu Mucuripe.

OS LONGAS DA MOSTRA OLHAR DO CEARÁ

Cabeça de Nêgo. Direção: Déo Cardoso. Drama. 86min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

Pajéu. Direção: Pedro Diógenes. Ficção. 74min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

Rio de Vozes. Direção: Andrea Santana e Jean-Pierre Duret. Documentário. 93min. BA/PE-Brasil. 2019. Livre.

Swingueira. Direção: Bruno Xavier, Roger Pires, Yargo Gurjão e Felipe de Paula. Documentário. 85min. CE/BA-Brasil. 2020. Livre.

OS CURTAS DA MOSTRA OLHAR DO CEARÁ

A Fome que Devora o Coração. Direção: Raiane Ferreira. Ficção. 16min. CE-Brasil. 2019. 16 anos.

A Gaiola. Jaildo Oliveira. Documentário. 3min. CE-Brasil. 2020. Livre.

A Retirante. Direção: Débora Ingrid e Henrique Oliveira. Experimental. 13min. CE-Brasil. 2020. Livre.

Aqui é Flamengo. Direção: Rafael Luís Azevedo. Documentário. 24min. CE-Brasil. 2019. Livre.

Aqui Entre Nós. Direção: Alexia Holanda e Daniel Sobral. Ficção. 15min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

Cacau. Direção: Ton Martins. Ficção. 16min. CE-Brasil. 2020. 18 anos.

Cidade Pacata. Direção: Ezequias Andrade. Ficção. 20min. CE-Brasil. 2019. 14 anos. 

Doce Veneno. Direção: Waleska Santiago. Documentário. 16min. CE-Brasil. 2020. 10 anos.

Futebol para Todos. Direção: Rafael Luís Azevedo. Documentário. 5min. CE-Brasil. 2019. Livre.

Luna e Sol. Direção: Dado Fernandes. Ficção. 16 min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

Movimento. Direção: Lucas Tomaz Neves. Documentário. 22min. CE-Brasil. 2019. Livre.

Noite de Seresta. Direção: Sávio Fernandes e Muniz Filho. Documentário. 19min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

O Prisma. Direção: Augusto Cesar dos Santos. Documentário. 25min. CE-Brasil. 2019. Livre.

Pequenas Considerações sobre o Espaço-Tempo. Direção: Michelline Helena. Documentário. 3min. CE-Brasil. 2020. Livre.

Plástico. Direção: João Paulo Duarte. Ficção. 10min. CE-Brasil. 2020. 12 anos.

Quando Vier a Primavera, Se Eu Já Estiver Morto.... Direção: Robson Lima. Ficção. 15min. CE-Brasil. 2019. 10 anos.

Santa Mãe. Direção: Thiago Barbosa. Drama/Suspense. 24min. CE-Brasil. 2020. 16 anos.

Scelus. Direção: Edmilson Filho. Ficção. 10min. CE-Brasil. 2020. 14 anos.

Ser Tão Nossa. Direção: Antônio Fargoni. Ficção. 8min. CE-Brasil. 2020. Livre.

Sombra do Tempo. Direção: Naiana Magalhães. Documentário. 20min. CE-Brasil. 2020. Livre.

Terceiro Dia. Direção: Jéssica Queiroz. Ficção. 10min. 2020. CE-Brasil. 14 anos.

Todos Nós Moramos na Rua. Direção: Marcus Antonius Melo. Documentário. 15min. CE-Brasil. 2019. Livre.

Cine Ceará

O 30º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema é uma realização do Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial da Cultura, e da Associação Cultural Cine Ceará. Tem o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, e da Universidade Federal do Ceará, via Casa Amarela Eusélio Oliveira. Com produção da Bucanero Filmes, conta com a parceria do Canal Brasil e o apoio da Cegás, o patrocínio VIP da Indaiá e Esmaltec e com o patrocínio da Cagece, Adria e Piraquê, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Agradecimentos: Enel.

Patrocínio VIP

Patrocínio

Apoio Cultural

ctavoutra-possivel-assinatura---SIGNIKA.

Agradecimento

Exibidor Oficial

aPOIO

Apoio Institucional

Apoio-CineTeatro-sãoluiz-logo.png
IDM.png
Captura_de_Tela_2019-08-18_às_17.44_edit
Captura_de_Tela_2019-08-18_às_17.44_edit

Realização

A Associação Cultural Cine Ceará comemora o cinema brasileiro e Iberoamericano, para reconhecer e apoiar novos cineastas, e para aumentar a consciência, acessibilidade e compreensão da arte entre um público amplo e diversificado.

endereço

Rua Monsenhor Catão 1.413

Casa 33 - Meireles

Fortaleza - Ceará - Brasil 

CEP: 60.175-000

Contato

contatos@cineceara.com

 
Assessoria de Imprensa Local
DÉgagÉ

www.degage.com.br

degagecomunica@gmail.com

Assessoria de Imprensa Nacional

Primeiro Plano

www.primeiroplanocom.com.br

julia@primeiroplanocom.com.br

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Flickr Social Icon
receba nossa newsletter