cine.png
Ministério do Turismo, Governo do Estado do ceará e Secult apresentam:

festival

ibero-americano de cinema

 
de 05/12 a 11/12/2020 
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • YouTube

JÚRI MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM

Ela Bittencourt (Estados Unidos)

Ela Bittencourt (Estados Unidos)

Crítica de cinema, nascida nos Estados Unidos e radicada em São Paulo. Seus artigos sobre cinema, literatura e arte aparecem em publicações internacionais como Arftorum, Art in America, Film Comment, Frieze, Hyperallergic, Sight & Sound e The Village Voice. Foi assessora do Sheffield Doc/Fest e atuou em comitês de seleção do É Tudo Verdade (Festival Internacional de Documentários) e do Festival Semana de Cinema no Brasil. É colunista regular do MUBI, onde escreve a coluna de cinema latino-americano, bem como fundadora de um site de filmes, Lyssaria, dedicado a filmes de mulheres. Possui MA e MFA pela Universidade de Columbia, em campos interdisciplinares, e já trabalhou para uma ampla gama instituições culturais e de artes visuais.

George Walter (Venezuela)

George Walter (Venezuela)

Roteirista e diretor venezuelano formado em Direção pela Femis, na França, e em Roteiro pelo American Film Institute. Dirigiu curtas e dois longas documentais na Venezuela premiados em festivais internacionais. Atualmente radicado no Brasil, dirigiu o longa documentário Neojiba, Música que transforma (Canal Curta) e trabalhou como roteirista na série Os Irmãos Freitas (Turner/Amazon), de Sérgio Machado e Walter Salles. Também trabalhou como corroteirista do longa-metragem Marighella (O2 Filmes), de Wagner Moura, no longa-metragem O Adeus Do Comandante (Gullane Filmes), de Sérgio Machado, adaptação de um conto de Milton Hatoum. Agora está escrevendo, junto com Sérgio Machado, os roteiros dos longas-metragens Neon River e Dois Mundos, ambos serão dirigidos por Karim Aïnouz. George também fez parte da equipe de roteiristas da série de ficção Betinho (Formata Filmes) para Globoplay. Trabalhou como consultor de roteiro em vários projetos de longas e séries, além de atuar como script doctor para HBO Latin America.

Celso Sabadin (SP-Brasil)

Celso Sabadin (SP-Brasil)

Professor de Cinema, RTV e Jornalismo na Universidade São Judas. Jornalista, escritor, crítico de cinema, curador e roteirista. Autor dos livros “Vocês Ainda Não Ouviram Nada – A Barulhenta História do Cinema Mudo” (Editora Lemos -1997 e Summus Editorial - 2009), “Éramos Apenas Paulistas” (Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009), “O Cinema como Ofício” (Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010), “História do Cinema Para Quem Tem Pressa” (Editora Valentina, 2018) e “Moracy do Val Show” (Martins Fontes, 2019). Coprodutor, roteirista e diretor do longa-metragem Mazzaropi (2013), coprodutor e corroteirista da série documental Mazzaropi, Uma Série de Causos (2013), roteirista do curta Nem Isso, a partir da obra de Luís Fernando Veríssimo (2015), e colaborador de roteiro do longa-metragem Badi (2018). Corroteirista, com Di Moretti, do longa ficcional Saudades do Jeca, premiado no Edital para Desenvolvimento de Roteiros da SPCine 2019. Sócio fundador da ABRACCINE – Associação Brasileira de Críticos de Cinema.