cine.png
Ministério do Turismo, Governo do Estado do ceará e Secult apresentam:

festival

ibero-americano de cinema

 
de 05/12 a 11/12/2020 
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • Youtube

O Festival

25º CINE CEARÁ FORTALEZA – FESTIVAL IBERO-AMERICANO DE CINEMA

18 a 24 de junho de 2015

Homenageados

Concorrentes

Longa-metragem
Cavalo dinheiro, Pedro Costa (Portugal)
Jauja, Lisandro Alonso (Argentina)
Crumbs, Miguel Llansó (Espanha/Etiópia)
A obra do século, Carlos M. Quintela (Cuba)
Que horas ela volta?, Anna Muylaert (Brasil)
NN, Héctor Gálvez (Peru)
Loreak, Jon Garaño e José Mari Goenaga (Espanha)
Real beleza, Jorge Furtado (Brasil)
Cordilheiras no mar: a fúria do fogo bárbaro, Geneton Morais Neto (Brasil)
O clube, Pablo Larraín (Chile)

Curta-metragem
Choclo, Caetano Gotardo
Action painting N° 1 / N° 2, Krefer e Turca
Nua por dentro do couro, Lucas Sá
Cenário, Carol Veras, Felipe Gurgel, Mariana Lage, Regis Cunha
Kyoto, Deborah Viegas
Miragem, Virgínia Pinho
Quintal, André Novais Oliveira
Micro-Macro, Diego Akel
Avenida Presidente Kennedy, Adalberto Oliveira
História de Abraim, Otavio Cury
Como são cruéis os pássaros da alvorada, João Toledo
Feio, velho e ruim, Marcus Curvelo
Virgindade, Chico Lacerda
A felicidade chega aos 40, Daniel Nolasco
Muriel, Vanessa Cavalcante
O lugar mais frio do Rio, Madiano Marcheti

Premiados

Longa-metragem
Júri
Chico Díaz (Brasil) / David Čenčk (República Tcheca) / Senel Paz (Cuba) / Alfonso Zarauza (Espanha) e Marcelo Iaccarino (Argentina)

Melhor filme:
O CLUBE, de Pablo Larraín (Chile)
Melhor direção:
Lisandro Alonso (JAUJA) (Argentina)
Melhor roteiro:
Guillermo Calderón, Daniel Villalobos e Pablo Larraín (O CLUBE) (Chile)
Melhor atriz:
Itziar Ituño (LOREAK) (Espanha)
Melhor ator:
elenco masculino de O CLUBE (Chile)
Melhor fotografia:
Leonardo Simões (CAVALO DINHEIRO) (Portugal)
Melhor edição:
Yan Veja (A OBRA DO SÉCULO) (Cuba)
Melhor direção de arte:
CAVALO DINHEIRO (Portugal)
Melhor som:
Olíver Blanc e Vasco Pedroso (CAVALO DINHEIRO) (Portugal)
Melhor trilha sonora original:
Vicente Rojas (A OBRA DO SÉCULO) (Cuba)
Prêmio especial do júri:
CORDILHEIRAS NO MAR:
A FÚRIA DO FOGO BÁRBARO, de Geneton Moraes Neto (Brasil)

Curta-metragem
Júri
Beth Formaggini / Daniel Queiroz / Diego Benevides / Gustavo Beck e Ká Maroli

Melhor curta-metragem:
KIOTO, Débora Viegas, além do Prêmio BNB
Melhor direção:
Chico Lacerda (VIRGINDADE)
Melhor roteiro:
André Novais Oliveira (QUINTAL)
Melhor produção cearense:
MIRAGEM, Virgínia Pinho, e Prêmio Cia Rio em equipamentos de iluminação
Menção honrosa:
FEIO, VELHO E RUIM, Marcus Curvelo
Prêmio Olhar Universitário
Melhor longa-metragem:
CRUMBS, Miguel Llansó
Melhor curta-metragem:
MIRAGEM, Virgínia Pinho
Troféu Oscarito:
ator Jamenes Prata, por MURIEL, Vanessa Cavalcante
Prêmio Canal Brasil:
QUINTAL, André Novais Oliveira
Júri da crítica – Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema):
Melhor curta:
QUINTAL, André Novais Oliveira (Minas Gerais)
Melhor longa:
O CLUBE, Pablo Larraín
Menção honrosa:
CRUMBS, Miguel Llansó