cine.png
Ministério do Turismo, Governo do Estado do ceará e Secult apresentam:

festival

ibero-americano de cinema

 
de 05/12 a 11/12/2020 
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • Youtube

O Festival

17º CINE CEARÁ – FESTIVAL IBERO-AMERICANO DE CINEMA E VÍDEO

1º a 8 de junho de 2007

Homenageados

Cristián Fierro Montes
Thomaz Farkas
Vanja Orico

Concorrentes

Longa-metragem
As cruzes (Las cruces... Poblado proximo), Rafael Rosal (Guatemala)
Body Rice, Hugo Vieira da Silva (Portugal)
Chile 672, Pablo Bardauil e Franco Verdoia (Argentina)
De bares, Mario Iglesias (Espanha)
La edad de la peseta, Pavel Giroud (Cuba / Espanha / Venezuela)
Mariposa negra, Francisco J. Lombardi (Peru)
Patativa do Assaré – Ave Poesia, Rosemberg Cariry (Brasil)
Querô, Carlo Cortez (Brasil)

Curta-metragem
Calango, Alê Camargo
Câmara viajante, Joe Pimentel
Dia de folga, André Cavalheira
Era uma vez, Gisele Werneck, Guilherme Reis e Byron O’Neill
Galinha ao molho pardo, Feliciano Coelho
Garrido, Allan dos Santos
Maria sem graça, Leandro Goddinho
Memórias sentimentais de um editor de passos, Daniel Turini
No rastro do camaleão, Eric Laurence
O. D. Overdose Digital, Marcos DeBrito
O espírito d’O Pão, Marcley de Aquino
Oficina Perdiz, Marcelo Diaz
Paralelo, Alexandre Basso
Sol de amém, Ives Albuquerque
Vida Maria, Márcio Ramos
Yansan, Carlos Eduardo Nogueira

Premiados

Longa-metragem
Júri
Carlos Aguilar Navarro (Panamá) / José Geraldo Couto (Brasil) / José Tavares de Barros (Brasil) / Pancho Adrianzén (Peru) / Raúl Pérez Ureta (Cuba)

Melhor longa-metragem:
Querô − Carlos Cortez
Melhor direção:
Pavel Giroud (La edad de la peseta)
Melhor fotografia:
Paulo Ares (Body rice)
Melhor edição:
Paulo Sacramento (Querô)
Melhor roteiro:
Pablo Bardauil (Chile 672)
Melhor som:
Pedro Melo, Gerar Rousseau e Elsa Ferreira (Body rice)
Melhor trilha sonora original:
Ulisses Hernandez (La edad de la peseta)
Melhor direção de arte:
Vivián Del Valle (La edad de la peseta)
Melhor ator:
Maxwell Nascimento (Querô)
Melhor atriz:
Magdyel Ugaz (Mariposa negra)

Curta-metragem
Júri
Camilo Santos (Brasil) / Renata Moura (Brasil) / Roberto Leite (Brasil) / Simone Oliveira Lima (Brasil) / Solange Lima (Brasil)

Melhor curta:
Vida Maria − Márcio Ramos
Melhor direção:
Alexandre Basso (Paralelos)
Melhor fotografia:
Roberto Iuri (No rastro do camaleão e Sol de amém)
Melhor edição:
Joe Pimentel e Leandro Cazumbá (Câmara viajante)
Melhor roteiro:
Carlos Eduardo Nogueira (Yansan)
Melhor som:
Chico Bororô (Paralelos)
Melhor direção de arte:
Carlos Eduardo Nogueira (Yansan)
Melhor ator:
Cláudio Jaborandy (Dia de folga)
Melhor atriz:
Leuda Bandeira (Sol de amém)