28/04 a 30/04, 14h às 19h | Cetrede - Centro de Treinamento e Desenv

Dramaturgia e Roteiro para Longa-Metragem Ficção

Será proposta a construção de forma direcionada e coletiva através de discussões e relatos de experiência prática, caminhos alternativos na concepção de roteiros, pretendendo-se valorizar a autoralidade e a expressão pessoal para um cinema feito no Nordeste brasileiro. A) Leituras: ...
Tickets Unavailable
Dramaturgia e Roteiro para Longa-Metragem Ficção

Horário e local

28/04 a 30/04, 14h às 19h
Cetrede - Centro de Treinamento e Desenv, Av. da Universidade, 2932 - Benfica, Fortaleza - CE, 60020-181, Brasil

Sobre o evento

Quando: Dias 28/04 a 30/04, das 14h às 19h

Carga horária: 15 horas

Vagas: 15 (para público em geral) e 05 (gratuitas para alunos dos cursos de Artes da

UFC e Casa Amarela Eusélio Oliveira)

Valor unitário: R$ 700,00

Facilitador: Juliano Dornelles

Inscrições até: 24/04/2020

Conteúdo

Será proposta a construção de forma direcionada e coletiva através de discussões e relatos de experiência prática, caminhos alternativos na concepção de roteiros, pretendendo-se valorizar a autoralidade e a expressão pessoal para um cinema feito no Nordeste brasileiro. A) Leituras: Cenas escritas inéditas (não filmadas) e cenas de filmes concluídos (com exibição); A gênese dos personagens e investigação sobre suas identidades; A literatura e a imagem representada; O que é influência externa e o que é autoral; A situação dramática, o diálogo, a progressão dramática e o suspense; “Regionalismo universal”. B) Discussões: Pensar um filme e a conexão com o mundo e o presente; O trabalho colaborativo de escrita de um roteiro, escrever como forma de interagir e refletir uma consciência coletiva; O caso Bacurau; Os personagens de Bacurau. Os arquétipos X as “pessoas reais”; Observações da sociedade, história e comunicação; Roteiro como reflexão de desejos. O encontro da sua linhagem estética; Uma estória contada no nordeste do Brasil. C) Texto, som e imagem: Exibição de um curta-metragem com debate sobre os aspectos dramáticos, o enredo e conflitos; A estrutura, os atos, o ritmo. A cena isolada e o roteiro como um todo; Confrontamento da cena escrita X resultado final (projeção de vídeo); Música com cinema. A música que narra, ambienta, inventa, empodera e liberta.

Juliano Dornelles 

Nascido em Recife/PE, é diretor, diretor de arte e roteirista. No início dos anos 2000 formou com outros realizadores o grupo criativo Símio Filmes. Atuou, no começo de sua carreira, como cineclubista, escreveu e dirigiu curtas- metragens de ficção e videoclipes em formato digital. Desde 2004 é diretor de arte e colaborador criativo em projetos de realizadores como Kleber Mendonça Filho, Daniel Bandeira, Marcelo Pedroso e Leonardo Lacca. Como diretor e roteirista, lançou em 2011 o curta “Mens Sana In Corpore Sano” no 64º Festival de Cinema de Locarno, onde ganhou Prêmio Especial do Júri e vários outros prêmios no Brasil. O longa “Bacurau”, com roteiro e direção de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, tornou-se o filme brasileiro mais aclamado de 2019, alcançando a marca de 750 mil espectadores nos cinemas brasileiros, vencendo o prêmio do júri no Festival de Cannes e acumulando inúmeros outros prêmios em festivais internacionais (Munique, Lima, Milão, Sitges, entre outros).